quinta-feira, 31 de março de 2011

Point Of No Return

Por aqui, por ali... os tempos mudam. Mudam as marés, mudam-se as vontades.

É inevitável.

Tanto duas rectas se aproximam para formar um ponto, como duas rectas depois de se cruzarem se afastam para o infinito.

Secalhar nós, não somos tão complicados como pensamos e somos tão simples e lineares como um conjunto de pontos. Aproximamo-nos e a dada altura é tempo para seguir um novo rumo.


3 comentários:

  1. ??
    Percebo a recta... mas não percebo o contexto... =S

    ResponderEliminar
  2. Sim apeteceu-me mudar! Sabes como é...de vez em quando muda de look=)

    ResponderEliminar

Music

Seguidores